7 razões para beber cerveja!

  • Anterior
  • Próximo

    A cerveja e... o coração!

De acordo com uma investigação publicada no Journal of Internal Medicine, o consumo diário de 20 g de álcool diminui a possibilidade de formação de coágulos no sangue e tem uma ação metabólica de prevenção de doenças cardiovasculares, uma vez que aumenta o “bom” colesterol (HDL) em cerca de 4%.

    A cerveja e... as doenças

Um outro estudo publicado na revista francesa Le Quotidien du Médecin, afirma que o consumo moderado desta bebida ajuda a diminuir os níveis do aminoácido homocisteína no sangue.
Refira-se que este elemento é considerado pela maioria dos especialistas altamente propagador de ataques e doenças cardiovasculares.
Assim sendo, vale-nos a certeza de que o consumo moderado de cerveja, as tais duas imperiais por dia, são amigas do coração.

    A cerveja e... a barriga!

Moderação. É este o único segredo quando se fala em benefícios da cerveja na saúde. Relativamente ao mito da “barriga de cerveja”, como é óbvio tudo descarrila se beber imenso por dia.
Não temos dúvidas em afirmar que a cerveja tem nutrientes essenciais para uma alimentação saudável e equilibrada, mas sempre e quando for consumida moderadamente.

    A cerveja e... as quantidades

Para ficar com uma ideia mais aproximada, segundo o estudo The Brewers of Europe, Benefícios de um Consumo Moderado de Cerveja, basta dizer que uma imperial (103 calorias) tem metade do valor calórico de um iogurte (205 calorias).
Assim sendo, vale-nos a certeza de que o consumo moderado de cerveja, as tais duas imperiais por dia, são amigas do coração.
Bom proveito!

    Prefere loiras, pretas ou ruivas?

Também na cerveja, existem gostos para tudo!

Loira
As cervejas loiras (ou brancas) produzidas no nosso país, à semelhança da maioria dos outro países, são do tipo lager pilsen. No fundo (da goela), trata-se de um género de cerveja de baixa fermentação com um sabor agradável.

Preta
Existem duas formas de conceber uma cerveja preta: ou com uma fermentação baixa, de onde resultam as cervejas tipo Munique (dunkel), ou com uma fermentação alta, utilizada para conceber os tipos ales, bitters e stouts. As leveduras que normalmente se fixam, ficam a flutuar e são sujeitas a altas temperaturas.

Ruiva (sem álcool)
O mosto entra em contacto com a levedura apenas a frio, evitando a formação de álcool.

Dizemos-lhe já que o que vai ler de seguida está devidamente fundamentado pela Ciência e pode beber uma cerveja, OK?

Ainda por cima, hoje é o Dia Internacional da Cerveja, comemorado sempre na primeira sexta-feira do mês de agosto.
Este dia foi instituído em 2007, na Califórnia, e é assinalado em mais de 50 países e em cerca de 200 cidades.

Veja agora 7 motivos para beber uma cerveja sem peso na consciência!

Percorra a galeria de imagens acima clicando sobre as setas.

Artigos Relacionados

7 vícios piores que fumar?

Fumar já passou de moda, mas há outros prazeres que também fazem estragos. Mas serão tão perigosos como acender um cigarro? Alguns até são bem piores. Conheça agora os que pode ...

Sofre de ortorexia?

Se responder afirmativo à maioria destas questões, é provável que seja… É ORTORÉXICO? Se responder afirmativo à maioria destas questões, é capaz de ser o seu caso! – Passa três ...

Deve reaquecer a comida?

É daqueles que aquece e reaquece a comida? Temos boas e más notícias para si! A BBC resolveu saber se é realmente seguro reaquecer a comida e qual a melhor altura ...

Olhar para os seios faz bem!

Agora sim, já tem a desculpa perfeita para contemplar os seios da sua mulher. Segundo um estudo realizado na Alemanha publicado no New England Journal of Medicine, olhar para seios durante dez ...

Gordura do abdómen: o inimigo fatal

Muito mal se fala da gordura do abdómen, mas será assim tão má? Infelizmente para a cerveja e para os snacks, sim. “A gordura abdominal é mais perigosa do que ...

4 excessos que o estão a fazer engordar!

O que é de mais, chateia. E por vezes também faz mal. Tenha cuidado para não pecar… por excesso!

Send this to friend