• Anterior
  • Próximo

    Procurar soluções

1ª DICA MH - Tenha sempre isto presente: tente resolver com a maior brevidade os problemas que afectam os seus empregados. Desta forma, evitará que o descontentamento lhes diminua o rendimento e acabe por se tornar numa perigosa epidemia.

    Fixe bem o parafuso (sem apertar)

2ª DICA MH - Para que uma estante não caia é necessário apertar bem os parafusos. Por vezes, até temos de os apertar um pouco mais para termos a certeza de que fica bem presa à parede. Esta é a metáfora que exemplifica claramente a utilização, em determinados momentos, de uma certa pressão que deve ser feita pelos patrões. Ou seja, há que ter atenção ao rendimento dos seus empregados e “apertá-los” – leia-se pressioná-los – de forma a que não baixem o rendimento.

    Seja fiel aos seus ideais

3ª DICA MH - Saber comunicar aos empregados a sua visão do trabalho é tão importante como tê-la bem definida. Aprenda a descobrir o que quer e procura realmente e transmita-o de forma correta. Evitará equívocos, más interpretações e perdas de tempo. Tenha sempre em conta que as suas ações devem estar intimamente ligadas com os seus ideais. Não deve transmitir mensagens contraditórias. Por exemplo, se insistir uma e outra vez que em primeiro lugar está o atendimento a cliente, mas, no dia a dia, a sua prioridade passar por apresentar informações à direção, estará a demonstrar-lhes claramente que não é um tipo fiel aos seus princípios.

    Arranje tempo para ouvir

4ª DICA MH - Fazer ouvidos de marcador às necessidades e opiniões de todos os extratos de uma empresa pode ser contraproducente. Cada um tem a sua visão do negócio e dispõe de informação que os outros não dominam. O melhor é mesmo marcar uma reunião com todos e debatam os assuntos importantes. Assim evitará o diz que disse...

Respeitado ou temido? Transforme-se num autêntico diplomata e triunfe no seu negócio.

Quer dirija uma grande, média ou pequena empresa, em algum momento da sua carreira, terá de refletir só esta inquietante pergunta: “É melhor que os meus empregados me respeitem ou que me temam?”. Mesmo que seja o patrão mais atencioso e disponível do mundo, qualquer pessoa que já tenha liderado uma equipa sabe que as coisas, por vezes, não são tão lineares. Para surpresa dos leigos na matéria, uma grande parte dos quadros superiores das empresas movem-se por terrenos que são mais parecidos com campos de minas do que de golfe. Eles são obrigados a lançar-se “às feras” e a converter-se em autênticos equilibristas de relações humanas, de forma a salvaguardar os interesses da empresa, os da sua equipa e, claro, os seus. Em consonância com um estudo da Columbia University (EUA), publicado no Journal of Personality and Social Psychology, a solução para encontrar este equilíbrio e ter sucesso é simples: firmeza. Trata-se de seguir o nosso caminho com determinação, mas mostrando-nos sempre disponíveis para os membros da sua equipa. A este fator acrescentamos o exemplo. Os empregados tem de percecionar uma absoluta entrega daquele que é o seu líder. Para além disso, há que…

Percorra a galeria de imagens acima clicando sobre as setas.

ARTIGOS RELACIONADOS


OUTROS CONTEÚDOS GMG


Send this to friend