Esta é a técnica certa para fazer elevações

20 Setembro, 2022

As elevações são um movimento que trabalha vários grupos musculares. Independentemente do seu objetivo (seja ele umas costas bem volumosas e definidas ou ganhar a mobilidade de um ginasta) as dicas do treinador Zack George, especialista em peso corporal, prometem levá-lo a desafiar a gravidade como um profissional

01 A pega certa

Comece este exercício a saltar verticalmente para alcançar a barra. Segure-a com as palmas das mãos viradas para baixo, mantendo os cinco dedos sobre a barra. As mãos devem ficar um pouco mais afastadas que a largura dos ombros, os braços estendidos e os pés sempre juntos.

02 Força no core

Contraia o core e sinta a tensão nos abdominais para garantir a estabilidade de todo o corpo e evitar que o mesmo balance em demasia. O foco a alcançar será o de desenvolver a força, por isso importa evitar o balanço das pernas, para controlar o movimento.

03 Alcance a barra

Para a terceira parte do movimento, puxe o seu peso, fazendo subir o tronco na direção da barra, até que o peito toque na mesma. Una as omoplatas para atingir aqueles centímetros finais. Este grupo muscular é por vezes negligenciado, mas faz toda a diferença na hora de elevar.

Barras altas, padrões altos

Deveria ser tão fácil quanto a teoria de “subir o corpo, descer o corpo”, mas não é. Atente nestes comuns erros cometidos na hora de elevar e evite desnecessárias lesões.

O baloiço

Quando permite que as pernas balancem e ganhem impulso, está a comprometer a estabilidade que se quer neste exercício. O resultado? Não garante o estímulo certo para desenvolver a força e volume que procura.

Sr. bicípites

Se não segurar a barra com a pega pretendida, irá ativar as costas em vez de os braços, e não é isto que se pretende. Garanta que tem ambas as mãos sobre a barra, com as palmas das mãos viradas para baixo.

Rei das meias

Consegue elevar o corpo, mas nunca chega a alcançar a barra com o peito, ou seja, realiza apenas metade do movimento. É também considerada meia repetição quando sobe o corpo o suficiente, mas nunca toca na barra. Faça o movimento completo para os benefícios máximos.

Outros Artigos



Outros Conteúdos GMG

Send this to friend