Mais força com as argolas

As elevações em suspensão são 15 vezes mais difíceis do que as elevações em barra, mas também permitem um crescimento muscular 15 vezes mais rápido.

FÍSICA DINÂMICA
A vantagem deste exercício reside no facto de implicar um esforço muscular máximo num curto espaço de tempo. Se combinar a elevação no ponto mais acima com um fundo acentuado possivelmente conseguirá gerar uma fluidez de movimento que trabalha todos os membros superiores, desde os pulsos às costas.

AS ARGOLAS
As suas novas aliadas apresentam um cenário dinâmico, implicando mais fibras dos braços, peito e região central, que têm de lutar contra a gravidade e instabilidade. Como sabemos que este é um movimento de difícil execução, já é positivo se fizer 10-15 subidas e 10-15 descidas antes de fazer o exercício na sua totalidade.

A RECOMPENSA
A sua recompensa será um tronco definido em forma de V, já para não falar da vantagem que ganhará aos seus colegas de ginásio no que à condição física diz respeito.

FAÇA ASSIM:
1. Segure-se em suspensão nas duas argolas, tentando colocar as palmas das mãos na zona mais central das argolas. Assim, conseguirá manter os cotovelos fletidos e executar as subidas com mais energia. Suba bem, flita os cotovelos e tente manter as argolas paralelas.

2. Quando estiver suspenso e com o peito à altura das argolas, gire-as a 90º e aproxime-as das axilas enquanto se coloca numa posição de fundo. Incline os ombros sobre as argolas enquanto leva os cotovelos atrás.

3. Para se equilibrar, volte a posicionar as argolas em paralelo, junto ao corpo e mantenha os abdominais sempre em contração. Complete o exercício com um fundo, tentando elevar-se até que os braços fiquem totalmente estendidos. Mantenha as pernas ligeiramente à frente das argolas.

A TÉCNICA PERFEITA
A oscilação das ancas dificulta o equilíbrio. Contraia bem os abdominais para aumentar o poder estabilizador do seu core.

FAÇA UM UPGRADE
Começar a fase de subida de um agachamento desde a posição estática em que está sentado, reforça bastante os seus glúteos – o grupo muscular que provavelmente acabará por limitar a sua força.

4 benefícios do remo no treino

ARTIGOS RELACIONADOS


OUTROS CONTEÚDOS GMG


Send this to friend