8 novidades literárias para ter em casa

7 sugestões para manter a leitura em dia.

  • Anterior
  • Próximo

    A Trégua

A Trégua, continuação de Se Isto é Um Homem, é considerado por muitos críticos a obra-prima de Primo Levi: diário da viagem rumo à liberdade, depois de dois anos de internamento no lager nazi, este livro, mais do que uma simples evocação biográfica, é um extraordinário romance picaresco.
A aventura movimentada e pungente por entre as ruínas da Europa libertada – desde Auschwitz, através da Rússia, da Roménia, da Hungria e da Áustria, até Turim –, desenrola-se ao longo de um itinerário tortuoso, pontilhado de encontros com pessoas pertencentes a civilizações desconhecidas e vítimas da mesma guerra: desde Cesare, «amigo de toda a gente», charlatão, trapaceiro, temerário e inocente, até aos bíblicos comboios do Exército Vermelho desarmado.
A epopeia de uma humanidade reencontrada, que procura uma nova vontade de viver depois de ter atingido o limite extremo do horror e da miséria.
Nas livrarias a 10 de outubro

    Até Que As Pedras Se Tornem Mais Leves Que A Água

O vigésimo oitavo romance de António Lobo Antunes é um presente ensombrado pelos fantasmas da guerra de Angola.
Nas livrarias a 17 de outubro

    Auto de António

Dom António Prior do Crato, o último Príncipe de Avis, é um herói injustiçado da História de Portugal, que sempre fascinou o autor. Inspiraram-no, os livros de Jorge de Sena, O Indesejado, Os Cadernos Secretos de Prior do Crato, de Urbano Tavares Rodrigues e, sobretudo, Os Filipes, de António Borges Coelho.
Este livro é uma revisitação poética da figura de Dom António. Foi escrito através de várias falas, inclusive, a daqueles que nunca falaram e a do próprio autor. Ao longo do livro a figura de Dom António projeta-se em vários tempos e em várias gerações e no nosso próprio tempo, sobretudo naqueles que resistiram e que tal como ele nunca se renderam.
Nas livrarias a 10 de outubro

    Isso não pode acontecer aqui

Sinclair Lewis foi o primeiro escritor norte-americano a receber o Prémio Nobel da Literatura, em 1930. Mas o reconhecimento pelos seus romances satíricos, críticos dos políticos corruptos e do materialismo fútil da classe média americana não abarcava ainda o presente livro, publicado em 1935, que se tornou uma obra profética após a eleição de Donald Trump. Escrito durante a Grande Depressão e publicado quando o fascismo começava a emergir na Europa de forma alarmante, Isso não Pode Acontecer Aqui conta a história de Buzz Windrip, um demagogo xenófobo e racista que, apesar de praticamente iletrado, consegue derrotar Franklin Delano Roosevelt nas eleições presidenciais com a promessa de um regresso da América à prosperidade e ao orgulho, acabando por instaurar um regime ditatorial apoiado por forças militares altamente repressivas que nunca até ali os eleitores julgaram possível.
No centro da ação, está Doremus Jessup, um jornalista do Connecticut que testemunha com horror a fragilidade da democracia e se torna um dos grandes resistentes à tirania, passando à clandestinidade.

    Os Contos

Nos dois últimos e intensos anos da sua vida (1955-1957), Lampedusa não só escreveu O Leopardo, mas também os três contos e o texto de caráter autobiográfico reunidos neste volume.
No entanto, só recentemente, após a descoberta de alguns manuscritos originais, foi possível submeter os textos curtos a um exame filológico rigoroso e, em particular, reconstruir na sua totalidade recordações de infância. Este texto, pelas suas referências autobiográficas, havia sido objeto de alterações e cortes substanciais, feitos a pedido da viúva de Lampedusa, a princesa Alessandra Wolff Stomersee, que controlava a publicação e a revisão dos inéditos de modo a construir uma sua versão oficial do marido como cavalheiro escritor.
Além de seguir as versões originais dos textos, esta completa edição de Os Contos de Tomasi di Lampedusa é enriquecida por fotografias dos manuscritos – que incluem desenhos da casa natal feitos pelo próprio escritor – e por um vasto trabalho crítico levado a cabo pelo filho, Gioacchino Lanza Tomasi.
Livro inédito em Portugal
Nas livrarias a 31 de outubro

    Um Legado de Espiões

Peter Guillam, fiel colega e discípulo de George Smiley nos Serviços Secretos britânicos, também conhecidos por Circus, goza a reforma na sua propriedade de família, na costa sul da Bretanha, quando uma carta do seu antigo Serviço o convoca a Londres. Razão? O seu passado durante a Guerra Fria voltou para o reclamar.
Operações de informações que antigamente eram a menina dos olhos da Londres secreta, e que envolveram personagens como Alec Leamas, Jim Prideaux, George Smiley e o próprio Peter Guillam, vão ser escrutinadas por uma geração que não tem memória da Guerra Fria, nem paciência para as suas justificações. Alguém tem de pagar pelo sangue inocente outrora derramado em nome do bem geral Entrelaçando o passado com o presente de modo a que um e outro possam contar a sua própria história, John le Carré teceu um romance com um enredo tão engenhoso e impressionante quanto os dois predecessores para os quais remete: O Espião Que Saiu do Frio e A Toupeira.
Depois de mais de 25 anos, Smiley regressa num novo e cativante livro do incontestável mestre da espionagem.
Nas livrarias a 17 de outubro

    Vida e Obra de Fernando Pessoa

Existe, entre todos os estudiosos pessoanos, uma notável unanimidade quanto ao valor fundamental desta Vida e Obra de Fernando Pessoa, de João Gaspar Simões.
Obra de fôlego, publicada originalmente em 1950, continua a ser uma referência nos estudos pessoanos e para todos os que desejam conhecer melhor não só a vida e a obra do poeta, como a história da sua geração.
As Publicações Dom Quixote orgulham-se, por isso, de a republicar, seguindo a última edição revista pelo autor, em 1986, cerca de um ano antes da sua morte.
Nas livrarias a 3 de outubro

    Origem

Disponível pela primeira vez em português no mesmo período em que a edição inglesa é lançada mundialmente, é um dos romances mais esperados pelos leitores deste autor bestseller.

À semelhança dos livros anteriores, também em «Origem» Dan Brown coloca uma grande questão: será que a ciência tornará a religião obsoleta? Assentando na premissa De Onde Vimos. Para Onde Vamos, este novo livro acompanha novamente o simbologista Robert Langdon em proezas entre enigmas estrondosos, inventivos e de uma enorme atualidade, desta vez em cidades espanholas.

NOTA MH:
Dan Brown estará em Lisboa para o lançamento do seu novo livro, «Origem». O evento, aberto ao público e de entrada gratuita, acontecerá às 17:00 de dia 15 de outubro, domingo, no Centro Cultural de Belém, em Lisboa.

Percorra a galeria de imagens acima clicando sobre as setas.

ARTIGOS RELACIONADOS


OUTROS CONTEÚDOS GMG


Send this to friend