Reserve o primeiro carro elétrico dobrável do mundo por 150 euros

2 Agosto, 2022

A carregar vídeo...

Conduzir nas cidades está a tornar-se mais complicado a cada dia que passa. Há muitos veículos, pouco espaço para estacionar e, em muitas cidades, há restrições para carros que não cumprem as normas ambientais básicas. É por esta razão que a mobilidade híbrida e elétrica está a ganhar terreno, e as nossas cidades estão a encher-se de veículos que utilizam estas tecnologias.

Outro aspeto a ter em conta é a dimensão destes veículos. Por esta razão, o SEGULA Technologies Group anunciou a sua aliança com a empresa City Transformer, uma empresa israelita especializada no desenvolvimento tecnológico de veículos elétricos, para desenvolver o CT-1, o primeiro microcarro dobrável totalmente elétrico do mundo.

CT-1

O CT-1 será um veículo totalmente elétrico, de dois lugares e quatro rodas, com tecnologia patenteada de mudança de forma, também conhecida como afinação ativa, que permitirá que o chassis se transforme em tempo real na estrada, permitindo-lhe negociar o tráfego ou encaixar em espaços urbanos apertados, dobrando-se para baixo.

Este carro será baseado na arquitetura modular de skateboard desenvolvida pela City Transformer, que assegura que este microcarro dobrável se adaptará perfeitamente à vida no centro da cidade. Esta tecnologia de ajuste ativo de largura permitirá que o CT-1 dobre de uma largura de 1,4 metros, até um ultracompacto de um metro. Caso esteja a pensar, este ajustamento pode ser feito enquanto conduz, permitindo ao seu utilizador ultrapassar problemas de estacionamento, poluição ou tráfego.

Além disso, sendo 100% elétrico, contribuirá para uma mobilidade mais limpa, mais ecológica e mais silenciosa, contribuindo para a transformação da mobilidade urbana e oferecendo soluções otimizadas de transporte e mobilidade de alta tecnologia.

CT-1

O CT-1 pesará 590kg, incluindo o conjunto de baterias. A sua massa é 80% inferior à da maioria das baterias normais de veículos elétricos. Em termos de uma das maiores exigências dos utilizadores de elétricos, que é o alcance, o CT-1 oferecerá 180 quilómetros em condições reais de emissão zero e um tempo de recarga da bateria de 10 a 80% de apenas meia hora. Em termos de velocidade, atingirá 90km/h, e quando dobrado a um metro de largura, a velocidade máxima será limitada a 45km/h.

De acordo com o projeto, os condutores de CT-1 terão 10 vezes mais probabilidade de encontrar estacionamento do que um carro normal, e estarão mais seguros do que numa scooter ou numa bicicleta elétrica.

CT-1

Durante a primeira fase de colaboração, os engenheiros do grupo de França, Alemanha, Israel e Austrália empreenderão uma fase de viabilidade que se espera estar concluída até ao final deste ano. Depois disso, terão início as fases de conceção, engenharia e implementação da tecnologia, com o objetivo de industrializar e otimizar o carro para o lançamento no mercado.

Se estiver interessado, as pré-reservas estão agora a ser aceites por um valor de 150 euros e podem ser feitas em www.citytransformer.com.

Outros Artigos



Outros Conteúdos GMG

Send this to friend