Publicidade Continue a leitura a seguir

Não faz dietas? Estas cinco dicas de nutrição são para si

Publicidade Continue a leitura a seguir

Planos restritivos e monótonos podem funcionar a curto prazo, mas não são uma estratégia com um ano de duração. Em vez de ficar obcecado com o que não deve comer, pense no que o faz sentir bem. Para isso, damos-lhe cinco dicas de nutrição inteligente baseadas nos últimos avanços científicos e em livros de culinária. Guardanapos prontos?

Odeia alface? Cozinhe-a

Numa panela oleada e em lume alto, adicione folhas de ½ alface. Mexa; adicione um dente de alho (laminado), malagueta olho-de-pássaro (picada), uma pitada de molho de soja, molho de peixe, vinagre de arroz, pimenta preta e um punhado de sementes de sésamo tostadas. Cozinhe até ficar suave e sirva.

Maximize os verdes

Verta um saco inteiro de espinafres para um wok grande e oleado em lume médio-alto. Cozinhe até ficarem suaves, por cerca de dois minutos. Tempere a gosto com sal, pimenta e sumo de limão acabado de espremer. Sirva com a sua proteína preferida.

Coma o (resto do) arco-íris

Os verdes são ótimos, mas quem come regularmente todo o espetro cromático – morangos, mirtilos, laranjas, pimentos, maçãs – têm um risco 20% menor de declínio cognitivo em comparação com aqueles que comeram menos, concluiu um estudo publicado na revista científica Neurology.

A magia dos cogumelos

As pessoas que comiam regularmente cogumelos eram menos propensas a ter depressão do que aquelas que não o faziam, de acordo com um estudo publicado na revista académica Journal of Affective Disorders. A chave para cozinhar qualquer cogumelo: usar uma panela grande, quente e oleada e cozinhar uma mão cheia de cada vez, mexendo apenas uma ou duas vezes, até dourar. Acrescentar sal só no final.

Contra as nozes?

As nozes não são aborrecidas – se souber o que fazer com elas. Adicione uma mão cheia ao seu batido. Este fruto seco contém óleos naturais que tornam o seu batido mais suave.

Leia estas e outras dicas na edição de maio da revista Men’s Health, já nas bancas.

Next: CR7 é o português com mais notoriedade