5 formas de reduzir o desperdício alimentar

2 Agosto, 2022

desperdício, cozinha

Anualmente, o desperdício alimentar ronda cerca de 88 milhões de toneladas. Segundo os dados mais recentes divulgado pelo Parlamento Europeu, 40% deste valor diz respeito ao desperdício doméstico.

Parte dos alimentos que não utilizamos termina em locais como aterros sanitários, onde se decompõe anaerobicamente, expelindo metano (um gás de efeito estufa 25 vezes mais potente que o dióxido de carbono).

Aplicar estratégias para organizar as refeições e as prateleiras da sua cozinha, irá contribuir simultânea e positivamente para a sua saúde. Além disso, são pequenas mudanças que beneficiam a sustentabilidade e prevenção de alterações climáticas.

Para o ajudar, a Men’s Health reuniu cinco estratégias para organizar a sua alimentação e reduzir o desperdício na cozinha.

1. Planeamento consciente de refeições

É importante estar atento ao que está a colocar no seu corpo e no frigorífico. Antes de ir às compras, confirme o que tem e o que precisa de ser consumido primeiro.

Ao criar o hábito de planear as refeições e saber o que tem na cozinha, é mais provável que compre apenas os ingredientes necessários.

2. Porção com propósito

Cozinhar por porções não é apenas uma das melhores maneiras de evitar excessos, também pode ajudar a economizar dinheiro.

3. Guarde os alimentos de forma sustentável

O armazenamento adequado pode contribuir para o aumento temporal da conservação dos alimentos, adicionar dias, semanas e até meses ao prazo de validade da sua comida no frigorífico. Invista em alguns recipientes bons para manter os alimentos frescos por mais tempo.

Ao desfazer os sacos das compras, coloque os produtos mais antigos na linha da frente, para que sejam os primeiros a serem utilizados. Ainda, pode separar uma área no frigorífico para colocar aquilo que deve ser consumido com mais urgência.

Também nas prateleiras, pode criar uma zona estratégica para colocar os produtos com menor validade.

4. As sobras podem ser uma armadilha, evite-as

As sobras podem ser uma refeição futura conveniente, mas também têm um lado sombrio. Na maioria das vezes, as sobras não são consumidas na sua totalidade, ou pior, são esquecidas. Para evitar a armadilha das sobras, planeie com antecedência e cozinhe apenas o que realmente irá comer.

5. Abrace o congelador

Não há como negar: somos grandes fãs de encher um carrinho com toneladas de produtos. Mas, apesar de os levarmos para casa com a melhor das intenções, as frutas e vegetais são os principais culpados pelo desperdício diário de alimentos. Portanto, se tiver a perceção de que está sempre a comprar brócolos frescos apenas para os deitar fora, opte pelos congelados. Estes alimentos por norma são congelados no ponto ideal para consumo, o que retém os nutrientes que gradualmente se vão perdendo com o passar do tempo quando expostos no supermercado ou na cozinha.

É com pequenos passos que grandes mudanças se iniciam e tanto o planeamento como a organização representam, nesta situação, um possível ponto de partida para que grandes alterações positivas possam surgir. São mudanças que começam no seu dia a dia, mas que se podem refletir no planeta, numa visão a longo prazo.

Outros Artigos



Outros Conteúdos GMG

Send this to friend