Sejamos claros, todos os homens desejam ter abdominais Men’s Health. Até nós que trabalhamos na redação! A verdade é que alguns homens relativizam o tema porque são preguiçosos e já desistiram de se cuidar. Mas até esses nós queremos desafiar: chegou a altura de trabalhar por si!

  • Anterior
  • Próximo

    CARREGUE NA PROTEÍNA

Sempre que come algo que tem muita proteína está a dizer ao seu organismo que está na altura de alimentar os músculos. A razão: a proteína ajuda a controlar melhor a glicemia, a mantê-lo saciado, a acalmar a sua fome e a queimar mais calorias durante a digestão. Deste modo, pode continuar a desfrutar das suas refeições sem correr o risco de engordar. Como se não bastasse, a proteína atrasa a degradação muscular e proporciona a matéria-prima necessária para construir músculo.

Solução rápida: Para “picar” algo entre refeições, opte por uma mão-cheia de frutos secos, fiambre de frango ou um ovo cozido.

    DURMA MAIS

Temos a certeza que este primeiro passo não lhe vai custar nada. Mas a verdade é que passar mais algumas horas deitado faz maravilhas pelo seu corpo. Um grupo de investigadores da Universidade de Harvard (EUA), que estudou mais de 68.000 pessoas, constatou que quem dormia menos de cinco horas por noite pesava mais 2,4 quilos e apresentava uma maior tendência para a obesidade do que quem dormia sete horas ou mais. O facto de dormir mal (nem que seja apenas por uma noite) é o suficiente para aumentar a atividade no centro de recompensa do cérebro, o que o “empurra” a procurar recompensas na comida. Um estudo da Universidade de Chicago (EUA) demonstrou ainda que as pessoas que dormem pouco ingerem, em média, mais 220 calorias por dia.

Solução rápida: Retire a sua televisão do quarto, tente dormir oito horas por noite e nunca se contente com menos de sete. Quer perder a barriga? Então durma!

    NÃO CORRA TANTO

Se continua a guiar-se pelo contador de calorias da passadeira elétrica do ginásio, vai continuar a acreditar que o exercício cardiovascular pode ser o melhor queima-gorduras do mundo. Contudo, a realidade é completamente diferente. Quanto mais quilómetros acumular nas pernas, mais adaptado ficará o seu corpo e menos calorias conseguirá queimar. Além disso, correr longas distâncias pode originar lesões a médio prazo nas articulações, que o impedirão de treinar.

Solução rápida: Acrescente ao seu plano de treinos “A melhor rotina para os seus abdominais”. Três dias de cardio por semana são suficientes para acelerar o seu metabolismo.

    ESCOLHA CARGAS PESADAS (SEM IR AO LIMITE)

Agora que já captámos a sua atenção para a musculação, está na hora de escolher cargas elevadas. Ao treinar mais com “pesos pesados” obriga o corpo a gastar muito mais calorias durante o treino e ainda acelera o seu metabolismo em 8%, revelam investigadores da Faculdade de Medicina da Universidade de Washington (EUA). Pode até pensar que 8% não é nada de especial, mas no final de um ano traduz-se em 2,2 quilos.

Solução rápida: Supere os seus limites. À medida que for ficando mais forte e adaptado ao treino, não tenha medo de carregar mais. Puxe por si!

    COMA COM MAIS FREQUÊNCIA

Para perder peso tem de comer entre cinco a seis refeições por dia. A digestão requer energia e ao repartir as calorias em pequenas refeições durante o dia mantém o metabolismo ativo e a fome à distância. Uma dica: o que influenciará ainda mais o seu equilíbrio calórico nem será tanto a frequência com que come, mas sim o que come. Preste mais atenção à seleção dos alimentos.

Solução rápida: Durante uma semana, anote num papel as horas em que tem mais fome. A seguir, ajuste os horários das suas refeições. O segredo está em comer alimentos que o mantenham saciado mais tempo. Aposte no frango e nos brócolos.

    TENHA CUIDADO COM OS PETISCOS

Já sabe que deve comer várias vezes ao dia, mas não abuse em cada refeição. Segundo um estudo feito pela Universidade da Carolina do Norte (EUA), desde a década de 70 que o aporte calórico médio dos seus “lanchinhos” passou de 360 a 580 calorias. Se tivermos em conta que um homem médio almoça e lancha todos os dias, estamos a falar numa média diária de 500 calorias adicionais a cada 24 horas. No final da semana isto traduz-se em mais 450 gramas de gordura.

Solução rápida: A solução está na sua mão. Se uma dose não cabe na palma da sua mão (sejam frutos secos, um peito de frango ou fruta), provavelmente é demasiado grande. Se é um produto embalado, leia o rótulo: não deve passar das 200-300 calorias por dose, deve ter entre 15-20 gramas de proteína e aproximadamente a mesma quantidade de hidratos de carbono. Faça as escolhas certas e siga estas seis estratégias para se poder orgulhar do seu six-pack.

Transforme a proteína em músculo

Percorra a galeria de imagens acima clicando sobre as setas.

ARTIGOS RELACIONADOS


OUTROS CONTEÚDOS GMG


Send this to friend