Explicamos-lhe a forma como os ovos que come acabam por se transformar em abdominais.

Digestão
As enzimas do estômago e do intestino delgado decompõem a proteína em peptídos, combinações de, pelo menos, dois ou três aminoácidos.

Transporte
Os aminoácidos viajam diretamente a partir do trato gastrointestinal para o fígado através da veia porta. Embora a função principal do fígado seja a desintoxicação do sangue, também impulsiona os aminoácidos da volta para a corrente sanguínea para chegar aos músculos.

Resposta
Os músculos são fibras longas. Num treino de força produzem-se microrrupturas nestas fibras, provocando a resposta do sistema imunológico que envia um grupo de “trabalhadores” (hormona do crescimento e células-mães) com o material necessário (aminoácidos) para reparar as zonas.

Construção
O seu ADN funciona como um capataz de obra: recruta os aminoácidos, dirige a atividade e são atribuídas funções. A equipa de “trabalhadores” das fibras musculares utiliza os abastecimentos de aminoácidos que acabam de receber para produzir as miofibrilas: fases de filamentos proteicos de actina e miosina, fundamentais na contração muscular.

Reparação e crescimento
As miofibrilas que se acabam de fabricar, unem-se nas zonas das fibras musculares danificadas. Mas a reparação de uma microrruptura envolve mais do que colocar um “remendo”. Estas miofibrilas também ajudam a que o músculo fique maior e com mais força do que era antes.
O momento da verdade chegou.

  • Show Comments

ARTIGOS RELACIONADOS


OUTROS CONTEÚDOS GMG


Send this to friend