Emagrecer depressa? Coma isto, não isto!

23 Maio, 2020



Quando o objetivo é seguir um plano alimentar variado, equilibrado, saudável e que permita ainda dizer adeus aos quilos a mais, importa olhar além das calorias. A composição de um alimento é determinante para o impacto que vai ter no organismo. Consequentemente, impacta também na acumulação ou perda de gordura.

Algumas opções parecerem saudáveis, como as salsichas rotuladas como isentas de sal, corantes e conservantes. Mas a verdade é que apenas a análise atenta do rótulo é capaz de prevenir males maiores.

Contudo, quando em causa está a escolha direta entre dois alimentos – como dois tipos de queijo, por exemplo -, a escolha pode ser mais complicada. Mas nada que a sua Men’s Health não resolva, não é verdade?

Conheça aqui as trocas alimentares mais certeiras para perder peso:

Cereais de chocolate vs. Cereais de aveia

Os cereais de chocolate são açucarados e podem disparar o nível de glicemia. Mas se comer os cereais de fibra conseguirá escapar-se à Polícia. Mas há que ter cuidado, pois, em termos gerais, os cereais podem edulcorar-se se lhes juntar determinados frutos.

Assim, qualquer elemento da brigada antigordura sabe que o melhor é fazer uma mistura com cereais de aveia: flocos de aveia integral, fruta fresca e algumas nozes. Estas últimas têm muita gordura, mas da saudável. Irão saciá-lo enquanto saboreia um bom descanso.

Em suma, admitimos que os cereais de chocolate tenham um sabor irresistível, mas neste caso o melhor mesmo é nem saber de que sabor se trata. Mantenha-se afastado destes cereais e prefira os de aveia.

Croissant vs. pão integral

O croissant é confecionado à base de trigo, só que com um nível elevado de glicose, o que se traduz em grandes quantidades de gordura. Se optar por uns pãezinhos, de certeza que não o multarão. E a sua saúde agradece.

No que se refere ao pão integral, a primeira coisa que fará o agente policial será comprovar a grossura do miolo. Se não for muito fino, irá deixá-lo prosseguir sem sanção. A digestão é facilitada se for de centeio e/ou levedura natural.

Por isso, embora o croissant possa ter outro aparato estético, lembre-se que acima disso está a saúde, portanto opte pelo pão integral, que é uma escolha bastante mais saudável.

Queijo azul vs. Queijo de leite azedo

Comer queijo azul pode ser tão perigoso como conduzir embriagado. Se o mandarem parar e o obrigarem a soprar no balão, encontrarão 40 g de gordura por cada 100 g. Tendo em conta que com este excesso lhe retirarão a carta, a solução é caminhar.

Por outro lado, os queijos de leite azedo são um derivado lácteo condimentado, mas nem todas as pessoas o apreciam. Dica: só tem 0,7 g de gordura por cada 100 g. Assim, esta é uma desculpa perfeita para apresentar quando lhe pedirmos os documentos.

Não restam dúvidas: O queijo azul poderá ser a escolha aparentemente perfeita para um prato gourmet, mas pode facilmente substituí-lo por outros igualmente saborosos, como parmesão, por exemplo.

Salsicha Frankfurt vs. Presunto

As gorduras de uma salsicha de Frankfurt obstruirão a via da sua circulação sanguínea. Saiba que em 100 g delas concentram-se 37,2 g de lípidos. Já se preferir as de tipo Bratwurst, consumirá praticamente as mesmas calorias de um pedaço de chouriço.

Se lhe retirar as pontas de gordura, pode comer presunto. Ela apenas incorpora 2,9 g de gordura por cada 100 g, pelo que é muito bem-visto pelas forças da ordem. Embora seja considerado mais um petisco, poderá acrescentá-lo numa salada, como a única carne a consumir.

Contudo, nem tudo o que parece é. O presunto pode parecer um alimento muito mais gordo do que na verdade é. Contudo, não comece a comer fatias como se não houvesse amanhã.

Outros Artigos



Outros Conteúdos GMG

Send this to friend