Perda de peso: “tudo muda quando decides mudar”, uma lição para a vida

15 Dezembro, 2021

Não havia melhor altura que a Men’s Health de agosto de 2021 para contar a história de Luís Almeida. Fiel leitor MH há vários anos, fez em julho passado um ano que decidiu mudar – por si, embora o incentivo inicial tenha partido de fora. Além disso, a 5 de agosto Luís fez 47 anos e um dos pontos em que centrou o email que nos enviou, a contar a sua história, era justamente a provar que a idade é só um número. Se queremos mudar pelo nosso bem-estar, é sempre possível. Outro argumento em que baseou aquele mesmo email foi o de que, se não quisermos, os resultados não chegam.

A mudança tem sempre de partir do próprio e Luís sabe-o. O testemunho que agora contamos não foi a primeira vez que Luís Almeida tentou perder peso. “Já tinha tentado várias vezes, mas sem efeito”, lembra. Conclusão de uma rotina mais sedentária? “Sentia-me muito cansado e sem energia”, admite Luís, e acrescenta: “A minha alimentação era muito descompensada, calórica e com níveis de gordura e açúcares elevados”.

Em julho de 2020, desafiado pela mulher, aceitou comprometer-se com um processo de perda de peso de 10 dias. Claro que nenhuma mudança saudável e consistente acontece neste curto período, mas pode ser a alavanca para um novo estilo de vida, um novo modo de estar. E foi exatamente o que aconteceu.

Várias mudanças

Com o incentivo certo, mudou a sua alimentação (afinal, seria só por 10 dias, o que parece mais fácil do que uma mudança ‘para a vida toda’). Às mudanças alimentares juntou o treino, com a orientação de dois personal trainers com quem tem aulas via online, que conjugou com a prática de corrida e bicicleta.

Apesar do esforço com que se dedicou àquele desafio, admite que o fez apenas para fazer a vontade à sua mulher, “mas a verdade é que foi a partir daí que me deu o click e comecei a minha transformação corporal e, por consequência, aumentei a minha autoestima”, conta.

De facto, todos sabemos à priori que os resultados são dos aspetos mais motivadores para se continuar com o foco nos objetivos a que nos propomos, com a determinação e persistência essenciais à mudança. O difícil é manter o foco até que os resultados comecem a surgir. E Luís sentiu bem tal dificuldade.

“Estava determinado a mudar”

A energia, autoestima e confiança que Luís ganhou foram mudanças bastante relevantes, a par das mudanças, “a nível de saúde que são, sem dúvida, a razão mais importante” de tudo isto, reconhece Luís, orgulhoso da sua nova versão que alcançou.“Atualmente tenho mais energia para trabalhar, não me sinto cansado e ainda faço exercício físico praticamente todos os dias”, garante o leitor.

Outros Artigos



Outros Conteúdos GMG

Send this to friend