A polémica CR7 e o botox nos genitais. Fomos esclarecer

4 Julho, 2022

Recentemente, todos lemos que, supostamente, Cristiano Ronaldo terá recorrido à ciência estética para “reforçar os seus membros inferiores”. Quisemos logo saber mais sobre este método e metemo-nos à conversa com o Dr. Duarte Salema Garção, diretor clínico da My Clinique, em Lisboa.

Existe de facto a possibilidade de colocar botox nos genitais?

Alguns homens procuram o procedimento com o nome de Bioplastia peniana para aumento ou engrossamento do pénis: pode ser colocado ácido hialurónico ou gordura para aumentar o volume do pénis, mas nunca botox como se noticiou. Um preenchimento peniano consiste na injeção de ácido hialurónico, mais usado no rosto – no tecido sob a pele do pénis. Aplicar botox (toxina botulínica) poderia provocar disfunção sexual. É um procedimento não cirúrgico que é feito numa questão de minutos numa clínica sob anestesia local. Pode aumentar a circunferência do pénis de 1 a 4 cm centímetros, quando está flácido, podendo não trazer muitos resultados quando está ereto. O resultado varia de acordo com a quantidade de líquido injetada e tem duração de cerca de 18 meses. O tempo de recuperação é de 36 horas, mas o paciente pode voltar às suas atividades normais no mesmo dia.

Então, quais são os prós e os contras?

Os efeitos sentidos podem ser diminutos e podemos deparar-nos com algumas complicações: alteração na sensibilidade, pequenos nódulos ou assimetria, dor no ato sexual. As cirurgias de alongamento e aumento com tecidos adiposos são mais seguras e apresentam melhores resultados.

Mas em que ponto da ciência está a utilização de toxina botulínica no pénis?

Existem estudos preliminares e pouco consistentes sobre o seu uso no músculo do pénis para para amenizar o efeito de retração do pénis. Essa retração encolhe o órgão quando flácido, como é comum em temperaturas mais baixas ou depois da prática de exercícios. Como a toxina botulínica relaxa o músculo, o pénis pode fica com uma aparência maior. No entanto, a sua utilização é ainda experimental. As técnicas utilizadas consistem na infiltração de gordura ou ácido hialurónico.

As mulheres também podem fazer algo semelhante?

Nas mulheres é possível também utilizar ácido hialurónico para volumizar áreas da vulva, como os pequenos lábios, clitóris ou canal vaginal, melhorando a hidratação, o aspeto estético e o tónus. Na área genital feminina este procedimento é mais comum, mais seguro e pode trazer grandes vantagens quer no conforto e prazer sexual e imagem da região genital.

Algum ponto sobre o método que devemos acrescentar para a opinião pública?

Qualquer destes procedimentos só deve executado por um médico-cirurgião plástico com o correto conhecimento da anatomia e fisiologia do pénis, bem como, dos produtos a aplicar, e para cada situação pode haver um tratamento diferente e personalizado.

Outros Artigos



Outros Conteúdos GMG

Send this to friend