Está a caminho um comprimido que alega prevenir a ressaca

9 Julho, 2022

ressaca, álcool

Se há memória que a grande maioria não esquece, é a da sua primeira ressaca. Seja na primeira ou nas seguintes, será seguro afirmar que há casos em que nenhuma dose de ibuprofeno parece suficiente para acabar com a dor de cabeça de ressaca… até agora.

Uma marca sueca alega ter encontrado a ‘fórmula mágica’. Ou melhor, um comprimido que consegue combater a ressaca. A confirmar-se a sua veracidade, este será o primeiro produto na história que afirma eliminar o efeito da bebida de forma eficaz em até 70% do álcool, sendo que o efeito atua no corpo cerca de 60 minutos após a ingestão do comprimido.

Será verdade?

O laboratório sueco que está a desenvolver tal medicamento garante que a equipa tem vindo a trabalhar no seu desenvolvimento há 30 anos, tendo sido inventado pelo cientista Johan de Faire, em 1990.

A pílula contém as bactérias Bacillus Coagulans e Bacillus Subtilis e o aminoácido L-Cisteína, que trabalham juntos para quebrar o álcool nos constituintes que o compõem (água e dióxido de carbono). Contém também vitamina B12, um componente cuja presença ajudará a um melhor acordar, já que ajuda a que o álcool é decomposto antes de chegar ao fígado.

De acordo com as instruções, os interessados devem tomar um comprimido 12 horas antes de beber e o segundo comprimido uma hora antes de beber. Portanto, para aqueles que não são muito organizados quando se trata de festas, as capacidades deste comprimido serão prejudicadas.

Uma pesquisa realizada pelo fabricante da pílula, a empresa farmacêutica De Faire Medical, alega que tomar este comrpimidos antes de beber ajuda a reduzir a concentração de álcool no corpo em até metade, cerca de 30 minutos após a primeira bebida.

O cenário parece promissor, mas não festeje ainda

Embora possa parecer uma notícia digna de comemoração, os especialistas fazem um alerta. De acordo com Joris Verster, investigador principal da Divisão de Farmacologia da Universidade de Utrecht e fundador do Alcohol Hangover Research Group, “não há evidências científicas de que este produto seja eficaz contra a ressaca”. Verster acrescentou: “Nunca foi investigado neste contexto, sendo que diz respeito aos efeitos agudos observados imediatamente após consumir apenas um copo de vodka”.

Em entrevista ao The Independent, o especialista alertou que “este não é um produto para quem quer ficar bêbado. Aliás, o referido comprimido será mais adequado para consumidores moderados de álcool, pois eles só terão “alguma absorção e um pouco da alegria que outros sentem a beber álcool” – leia-se, uma ressaca não tão agressiva.

Resta-nos aguardar por mais estudos e confirmações científicas referentes a esta novidade…

Outros Artigos



Outros Conteúdos GMG

Send this to friend