Ciência comprova relação entre a juventude e a bebida

O consumo exagerado ou muito baixo de álcool pode causar mudanças no ADN. Como consequência, o envelhecimento biológico natural acelera-se de forma distinta, revela um estudo apresentado no encontro ‘American Society of Human Genetics 2015 Annual Meeting’.

Os investigadores utilizaram a informação disponível no ‘Gene Expression Omnibus’ para analisar uma modificação química do ADN que afeta a altura e a forma como um gene se expressa. Este processo vai mudando à medida que envelhecemos e surge em resposta à exposição ao ambiente que nos rodeia, onde entra o consumo de álcool (na galeria de imagens acima pode ver os benefícios do consumo moderado de álcool).

A conclusão é de que se o consumo for moderado continuará sempre jovem. Saúde!


Leia também:

Conhece o risco de beber uma imperial depois do treino?

Percorra a galeria de imagens acima clicando sobre as setas.

ARTIGOS RELACIONADOS


OUTROS CONTEÚDOS GMG


Send this to friend