Já está na hora de trocar a sua escova de dentes?

A pergunta parece ser tão básica quanto a resposta que está a pensar. Mas será que realmente sabe a duração média de uma escova de dentes? Pois, vamos diretos ao assunto: deve trocar de escova de três em três meses, caso se trate de uma utilização com pressão média. Muito mais tempo que isto pode ter como consequência uma acumulação de bactérias, fungos e vírus. No entanto, o tempo de vida da escova de dentes não é o único indicador a ter em conta: o sinal mais simples de o saber está na deformação das cerdas. E, como deve imaginar, uma escova deformada origina uma higiene deficiente e consequentemente problemas de inflamações da gengivas e cáries.

Agora saiba como prolongar o ciclo de vida da escova de dentes:
1) Desinfete-a semanalmente colocando-a durante 30 minutos em meio copo de água com uma colher de bicarbonato e duas de vinagre. Esta técnica liberta todos os resíduos e odores acumulados.
2) Se tiver com gripe ou garganta inflamada, mergulhe a escova durante 10 minutos num antissético oral após a utilização. Passe depois por água e deixe secar.
3) Guarde a escova com a parte das cerdas protegida por uma tampa.

ARTIGOS RELACIONADOS


OUTROS CONTEÚDOS GMG


Send this to friend