Será a perda de massa muscular inevitável com o avançar da idade?

14 Setembro, 2022

massa muscular

Com o passar do tempo, é normal que sinta que já não tem tanta força para fazer as atividades diárias que outrora pareciam tão fáceis. À medida que a idade avança, vai perdendo massa muscular e, segundo Sérgio Veloso, diretor da Metaclinic, há essencialmente dois fatores que explicam esta perda: o sedentarismo e questões hormonais.

O que fazer?

“A prática de exercício físico, em particular treino de resistência, parece mitigar de forma substancial essa perda e até evitá-la à medida que o indivíduo envelhece e isso é algo que nós encontramos quando comparamos indivíduos sedentários com a mesma idade e atletas com prática de exercício físico recorrente da mesma faixa etária”, explica Sérgio Veloso.

No entanto, quando se trata de questões hormonais, nos homens “a diminuição dos níveis de testosterona levam a uma perda de massa muscular”.

Ainda assim, Sérgio Veloso explica que a perda de massa muscular não é uma consequência direta do envelhecimento e há estratégias que podem ser implementadas para mitigar essa perda. Estas estratégias incluem a prática de atividade física regular e uma boa alimentação.

De acordo com a nutricionista Rita Varela Ramos “alimentos ricos em proteína como a carne, o peixe, os ovos, os laticínios, o grão e o feijão, são alguns dos que não devem faltar”.

Tenha em atenção: “a proteína é a matéria-prima do músculo, sem ela não há desenvolvimento muscular. Mas de nada nos serve comer estes alimentos se não houver treino. Ou seja, os dois têm de ser uma constante e atuarem sempre em conjunto”, refere a nutricionista.

Outros Artigos



Outros Conteúdos GMG

Send this to friend