É um bom amante? Descubra com este teste criado por especialistas

2 Abril, 2022

amante

Considera-se um bom amante? Paradoxalmente, responder sim a esta pergunta muito rapidamente pode ser uma indicação de que não o é. Isto porque as coisas que fazem um bom amante (masculino) são geralmente baseadas na humildade e em saber como se adaptar à sua parceira. Eis a razão.

Segundo a sexóloga Nayara Malnero, existem cinco características que definem os bons amantes, neste caso, os amantes masculinos. Cinco chaves que ela enumera da seguinte forma:

1. A primeira é que um bom amante não tem um guião que lhe diga o que fazer em todos os momentos. Nem sempre segue um plano que funciona da mesma maneira para todas as mulheres. Um bom amante sabe que cada mulher é diferente e que o segredo está em saber adaptar-se a cada uma delas. Será que isso significa que os primeiros encontros sexuais estão destinados a ser desastrosos? Claro que não, mas isso significa que o sexo entre duas pessoas deve melhorar com o tempo e a compreensão dos corpos um do outro.

2. Um bom amante não tem complexos e especialmente não tem complexos com o tamanho do seu pénis se este não for demasiado grande, nem pensa que tudo já está feito porque tem um pénis grande. Como já falámos em várias ocasiões, o tamanho do pénis não é a coisa mais importante e pode ficar perfeitamente satisfeito com um pénis pequeno ou não demasiado grande.

3. Um bom amante sabe que cada mulher é diferente e que pode mudar de acordo com o momento, por isso não assume que ela vai gostar de algo ou não. Um bom amante não “sabe” do que as mulheres gostam, mas pergunta-lhes e é capaz de lhes dar ouvidos.

4. Portanto, um amante não tem “truques infalíveis” que sirvam para dar prazer a todas as mulheres. Especialmente porque mesmo a mesma mulher não gosta da mesma coisa todos os dias. Pelo contrário, ele está aberto a experimentar coisas novas, a usar brinquedos eróticos.

5. Um bom amante conhece bem todas as zonas erógenas da sua parceira e sabe como estimulá-las da melhor maneira possível, sabendo que mudam de acordo com o dia e o estado de espírito.

Tendo tudo isto em conta, a sexóloga criou um teste de quinze perguntas, dirigido neste caso a homens heterossexuais, no qual nos confronta com certas situações sexuais. Dependendo das nossas respostas, obteremos uma classificação de como somos como amantes e, se não obtivermos a pontuação máxima, ela dá-nos algumas recomendações de melhoria.

Pode medir a sua capacidade como bom amante através deste link.

Outros Artigos



Outros Conteúdos GMG

Send this to friend